A Tartaruga Verde.

Entre as tartarugas marinhas está a Tartaruga Verde. De acordo com o pessoal do Projeto Tamar, cheapest viagra prices esta tartaruga tem uma presença bem restrita em nossas praias. Sua ocorrência tem acontecido, nos últimos 7 anos, uma três vezes.

Eis as suas características: Nome científico: Chelonia mydas. Nome comum: aruanã ou tartaruga verde. Status internacional e nacional: Em perigo e vulnerabilidade, beirando a extinção. Distribuição: todos os mares temperados e tropicais do mundo. Habitat: habitualmente em águas costeiras com muita vegetação (áreas de forageio), generic viagra levitra regalis ilhas ou baías onde estão protegidas, sendo raramente avistadas em alto mar.

Tamanho: em média tem 120 cm de comprimento curvilíneo de carapaça. Peso: 160 kg em média, mas pode alcançar até 300 kg. Casco: quatro placas laterais de cor verde ou verce-acinzentado escuro.

Cabeça: pequena com um par de escamas pré-orbitais e de uma mandíbula serrilhada que facilita a alimentação. Nadadeiras: anteriores / dianteiras e posteriores / traseiras com uma unha visível.

Dieta: varia consideravelmente durante o ciclo de vida; até atingirem 30 cm de comprimento, cheapest cialis from india alimentam-se essencialmente de crustáceos, insetos aquáticos, ervas marinhas e algas; e acima de 30 cm, comem principalmente algas, é a única tartaruga marinha que é estritamente harbívora na idade adulta.